Quando usar make ou do? Com certeza, essa é uma pergunta que muitos alunos se perguntam e que realmente pode ser confuso, uma vez que make ou do têm a mesma tradução – “fazer”. Então antes mesmo de começarmos já vou te dar uma dica preciosa, não se atenha a regras malucas para tentar racionalizar o uso desses dois verbos. Como assim? Ainda está confuso? Continue lendo esse artigo que eu te explico melhor!

Quando usar make ou do?

Como falamos anteriormente, esses dois verbos têm a mesma tradução, sendo assim precisamos nos apoiar-se no sentido mais amplo já que se trata de uma colocação.

As colocações no inglês (collocations) não seguem regras, é apenas como duas (ou mais) palavras se colocam, ou seja, vão juntas em uma frase de acordo como que a língua foi se desenvolvendo ao longo dos anos. Todas os idiomas têm colocações, vamos ver alguns exemplos no português?

Nós dizemos:

“Que vento forte!” e não “Que vento rápido!”

“Vento forte” é uma colocação, essas duas palavras soam melhor juntos do que “vento rápido” e não há nenhuma regra específica do porquê disso, é apenas como o idioma se comporta. Entendido até aqui? Então, vamos voltar para do e make.

A melhor estratégia é aprender as colocações mais utilizadas nos contextos do dia a dia e memoriza-la como um pedaço de língua (chunk of language). Assim você não tem que ficar pensando muito em estruturas.

Sendo assim, por que não vemos alguns exemplos, shall we?

Importante: O verbo make é irregular, ou seja, no passado simples e no particípio passado sua conjugação é made.

She made a delicious cake. (Ela fez um bolo delicioso.)

I made a shopping list for your guests. (Eu fiz uma lista para os seus convidados.)

Did you make your bed? (Você arrumou sua cama?)

Existem muitas colocações fixas com o verbo make, mas por agora vejamos a seguir alguns exemplos mais comuns:

Make coffee

make an offer

make an assumption

make a comment

make friends

make lunch

make a phone call

make bed

make mess

make plan

make lunch/ breakfast/dinner

make mistake

make cake

make effort

make  list

make money

make  progress

make change

make promise

E o do, quando e como usamos?

Como já vimos anteriormente, do também é traduzido como “fazer, e assim como o make ele também é um verbo irregular. No presente simples, usa-se do/does; no passado simples, did; no particípio passado, done.

Importante! Não se esqueça de que uma das principais diferenças entre make ou do é que o verbo do também funciona como auxiliar nos tempos simple present e simple past, mas quando ele ocupa a posição de verbo principal, o que mais no interessa neste texto, ele pode ter o sentido de “atividades em geral” ou “ação”. Vamos ver alguns exemplos?

I did our presentation yesterday. (Eu fiz minha apresentação ontem.)

What will you do tomorrow night? (O que você fará amanhã à noite?)

Could you do me a favor, please? (Você poderia me fazer um favor, por favor?)

Como também já vimos, o do e o make funcionam como colocações fixas. Veja alguns dos exemplos mais comuns:

do a favour

do a job

do a task

do business

do the laundry

do a/the test

do the cleaning

do (some) harm

do my best

do cooking

do the homework

do painting

do exercise

do ironing

do shopping

Assim como todo vocabulário novo que aprendemos, a melhor maneira de aprender as colocações de do e make o é treinando bastante e se expondo a língua o máximo que consegur! Para isso, leia textos na língua inglesa, ouça podcasts, vídeos no youtube, pratique com exercícios e busque se lembrar dos verbos e situações que mostramos aqui nos exemplos 🙂

Gostou desse conteúdo? Não deixe de nos seguir nas redes para continuar aprendendo!

Insta: on_demand_english

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.